Marcos Cintra não é mais secretário da Receita Federal

Foto: Valter Campanato/Agência Brasil

BRASÍLIA – O secretário especial da Receita Federal, Marcos Cintra, foi demitido. O auditor fiscal José de Assis Ferraz Neto vai ocupar o cargo interinamente.

Cintra é considerado um defensor da criação de uma nova CPMF, que deve integrar a proposta de reforma tributária da equipe econômica. O projeto, porém, enfrenta resistências no Congresso.

Nos meios políticos de Brasília, as informações dão conta de que a saída de Marcos Cintra estaria ligada à divulgação antecipada de estudos para uma reforma tributária que incluiria um tributo nos moldes da antiga CPMF.

O Ministério da Economia, no entanto, divulgou nota informando que Cintra pediu exoneração. Na nota, o ministério acrescenta que ainda não há um projeto de reforma tributária finalizado. Segundo o comunicado, a proposta só será divulgada depois do aval do ministro Paulo Guedes e do presidente Jair Bolsonaro.