ouça
ao vivo

botão de play

Tocando agora

...

...

Home > Notícias > Marcelo Piloto será julgado no Brasil por matar jovem no Paraguai para tentar evitar extradição

20 de novembro de 2018

Marcelo Piloto será julgado no Brasil por matar jovem no Paraguai para tentar evitar extradição

RIO – O traficante Marcelo Piloto será julgado no Brasil pelo assassinato da jovem Lídia Meza, de 18 anos, dentro da cela onde o brasileiro estava preso, no Paraguai. Promotores do país vizinho que atuam no caso disseram, em entrevista coletiva, que todas as provas arrecadadas serão enviadas à justiça brasileira.

Os investigadores paraguaios

Marcelo Piloto foi entregue à polícia brasileira no aeroporto que fica do lado paraguaio da Usina de Itaipu. Divulgação Secretaria Nacional Antidrogas do Paraguai

RIO – O traficante Marcelo Piloto será julgado no Brasil pelo assassinato da jovem Lídia Meza, de 18 anos, dentro da cela onde o brasileiro estava preso, no Paraguai. Promotores do país vizinho que atuam no caso disseram, em entrevista coletiva, que todas as provas arrecadadas serão enviadas à justiça brasileira.

Os investigadores paraguaios já apreenderam o livro de visitas, o celular da vítima e a faca usada no crime. A linha de investigação é homicídio doloso, que pode ser agravado por feminicídio.

Com o assassinato da jovem, o criminoso pretendia evitar a extradição e o cumprimento de penas no Brasil.

Marcelo Piloto foi expulso do Paraguai e, após ser entregue às autoridades brasileiras, foi levado para a prisão federal de Catanduvas, no Paraná, por determinação da justiça.