ouça
ao vivo

botão de play

Tocando agora

...

...

Home > Notícias > Manifestação pró-Evo Morales termina com oito mortos e mais de 100 feridos

16 de novembro de 2019

Manifestação pró-Evo Morales termina com oito mortos e mais de 100 feridos

Reprodução redes sociais

Rio de Janeiro (agências internacionais) – Oito pessoas morreram, mais de 100 ficaram feridas e pelo menos 169 foram presas em protestos de apoio ao ex-presidente Evo Morales na Bolívia, nesta sexta-feira (15). Milhares de apoiadores tentavam chegar a cidade de Cochabamba, mas foram interceptados por forças de segurança. Pelo Twitter, a Comissão Interamericana de Direitos Humanos condenou o uso desproporcional da força e disse que o Estado tem obrigação de garantir o direito à vida e à integridade física daqueles que protestam pacificamente. A polícia alega que os manifestantes portavam armas, escopetas, coquetéis molotov, bazucas caseiras e artefatos explosivos.

 

O novo governo da Bolívia anunciou a ruptura de relações com o regime de Nicolás Maduro e a expulsão de todos os funcionários da embaixada da Venezuela em La Paz. A medida foi adotada com a alegação de suposta interferência das autoridades venezuelanas nos assuntos internos do país. O rompimento das relações entre os dois países ocorre um dia depois da presidente interina boliviana, Jeanine Áñez, reconhecer o líder da oposição ao governo de Maduro, Juan Guaidó, como presidente da Venezuela.