ouça
ao vivo

botão de play

Tocando agora

...

...

Home > Notícias > Mandetta é demitido, e Nélson Teich será o novo ministro da Saúde

16 de abril de 2020

Mandetta é demitido, e Nélson Teich será o novo ministro da Saúde

BRASÍLIA – O presidente Jair Bolsonaro confirmou a demissão de Mandetta, que chamou de ‘divórcio consensual’, e a indicação do oncologista Nélson Teich para comandar o Ministério da Saúde.

Agência Brasil

BRASÍLIA – O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, teve a demissão confirmada pelo presidente Jair Bolsonaro em pronunciamento no Palácio do Planalto na tarde desta quinta-feira (16). Ele sará substituído no cargo pelo oncologista Nélson Teich. Antes mesmo do anúncio oficial da demissão, a que Bolsonaro definiu como um ‘divórcio consensual’. Mandetta já  havia comunicado, através de uma rede social, que havia recebido o aviso do presidente. Mandetta postou a seguinte mensagem:

“Acabo de ouvir do presidente Jair Bolsonaro o aviso da minha demissão do Ministério da Saúde. Quero agradecer a oportunidade que me foi dada, de ser gerente do nosso SUS, de pôr de pé o projeto de melhoria da saúde dos brasileiros e de planejar o enfrentamento da pandemia do coronavírus, o grande desafio que o nosso sistema de saúde está por enfrentar. Agradeço a toda a equipe que esteve comigo no MS e desejo êxito ao meu sucessor no cargo de ministro da Saúde. Rogo a Deus e a Nossa Senhora Aparecida que abençoem muito o nosso país”, postou Mandetta.

Ex-deputado federal, Mandetta estava à frente da pasta desde o começo do governo, em janeiro de 2019, e ganhou visibilidade com o avanço da crise provocada pelo novo coronavírus. Mandetta e Bolsonaro vinham tendo divergências públicas quanto às estratégicas de combate à pandemia. 

Pouco depois de receber do presidente Jair Bolsonaro a notícia de que estava demitido, Mandetta fez um pronunciamento aos servidores no auditório do ministério em que pediu apoio ao futuro ministro, Nélson Teich.

Mandetta também voltou a defender que as políticas adotadas no ministério sejam norteadas pela “defesa intransigente da vida, defesa intransigente do SUS e da ciência”.

“Foquem nos três pilares que desses pilares vocês conquistarão tudo, porque esses pilares alimentam a verdade. A ciência é a luz, o iluminismo. É dela que vamos sair”, disse Mandetta.