ouça
ao vivo

botão de play

Tocando agora

...

...

Home > Notícias > Maioria das cidades não investe nem um terço do que arrecada em saneamento

23 de julho de 2019

Maioria das cidades não investe nem um terço do que arrecada em saneamento

SÃO PAULO – A maioria das grandes cidades brasileiras não investe adequadamente os impostos que arrecada no setor de saneamento básico. Um estudo divulgado nesta terça-feira (23) pelo Instituto Trata Brasil mostra que apenas uma pequena parcela do valor arrecadado é utilizada para melhorar os serviços de manutenção, troca e expansão das redes de tratamento de esgoto e fornecimento de água potável.

Foto: Arquivo/Agência Brasil

SÃO PAULO – A maioria das grandes cidades brasileiras não investe adequadamente os impostos que arrecada no setor de saneamento básico.

Um estudo divulgado nesta terça-feira (23) pelo Instituto Trata Brasil mostra que apenas uma pequena parcela do valor arrecadado é utilizada para melhorar os serviços de manutenção, troca e expansão das redes de tratamento de esgoto e fornecimento de água potável.

Nas 100 maiores metrópoles, que concentram 40% da população, 70 reinvestem no setor de saneamento menos de 30% do que arrecadam.

As cidades de Franca e Santos, em São Paulo, aparecem no topo do ranking das cidades com maior cobertura no fornecimento de água e tratamento de esgoto. Em seguida estão Uberlândia, em Minas Gerais, e Maringá, no Paraná. A cidade do Rio de Janeiro ocupa o 51º lugar.