ouça
ao vivo

botão de play

Tocando agora

...

...

Home > Notícias > Liesa decide, com apoio de Crivella, que nenhuma escola de samba será rebaixada do grupo especial no carnaval do Rio

1 de março de 2018

Liesa decide, com apoio de Crivella, que nenhuma escola de samba será rebaixada do grupo especial no carnaval do Rio

Carro alegórico da Grande Rio no carnaval de 2018. Divulgação Riotur

RIO – A Liga Independente das Escolas de Samba do Rio (Liesa) decidiu cancelar o rebaixamento da Acadêmicos do Grande Rio e do Império Serrano do Grupo Especial. As duas escolas ficaram nas duas últimas posições na apuração do carnaval deste ano e seriam rebaixadas para a Série A.

A decisão foi tomada ontem (28) à noite após votação plenária, e só Mangueira e Portela foram contrárias à anulação do rebaixamento. A Liesa recebeu uma carta da prefeitura do Rio, em que o prefeito Marcelo Crivella diz "não se opôr" à decisão da plenária. A carta também foi assinada pelo diretor-presidente da Riotur, Marcelo Alves.

Com essa medida, o grupo especial em 2019 terá 14 escolas de samba, incluindo a Unidos do Viradouro, que subiu da Série A. No grupo de acesso, serão 12 agremiações desfilando.

Esse é o 2º ano consecutivo que nenhuma escola será rebaixada. No ano passado, a Paraíso do Tuiuti já tinha se livrado do rebaixamento, por conta de um acidente na avenida que deixou uma pessoa morta e mais de 20 feridas. A Unidos da Tijuca também não caiu após um desfile em que um carro alegórico despencou.

Leia mais:
Cidade do Rio comemora 453 anos com shows, bolo e eventos culturais