ouça
ao vivo

botão de play

Tocando agora

...

...

Home > Notícias > Leilão de bens apreendidos na operação Lava Jato no Rio não recebe ofertas e ganha nova data

10 de outubro de 2018

Leilão de bens apreendidos na operação Lava Jato no Rio não recebe ofertas e ganha nova data

RIO – O leilão de bens apreendidos na Operação Lava Jato no Rio de Janeiro terminou sem receber lances e ganhou nova data. Entre os bens que podem ser leiloados estão dois apartamentos em Ipanema de Adriana Ancelmo, mulher do ex-governador Sérgio Cabral, e um avião do empresário Arthur Soares, conhecido como Rei Arthur, ligado ao grupo de Cabral.

Entre os bens que podem ser leiloados estão dois apartamentos no mesmo prédio em Ipanema de Adriana Ancelmo, mulher do ex-governador Sérgio Cabral. Reprodução/Leiloeiro Renato Guedes

RIO – O leilão de bens apreendidos na Operação Lava Jato no Rio de Janeiro terminou sem receber lances e ganhou nova data. Entre os bens que podem ser leiloados estão dois apartamentos em Ipanema de Adriana Ancelmo, mulher do ex-governador Sérgio Cabral, e um avião do empresário Arthur Soares, conhecido como Rei Arthur, ligado ao grupo de Cabral.

Já era esperado que não houvesse ofertas nesse primeiro leilão porque os lances mínimos eram a partir de R$ 3 milhões. Um novo leilão será realizado na próxima terça-feira, dia 16, pelo leiloeiro Renato Guedes, nomeado pelo juiz Marcelo Bretas, responsável pelos processos da Lava Jato no Rio.

Nesse segundo leilão serão aceitos lances a partir de 80% do valor de avaliação de cada bem, vencendo a melhor oferta. O edital do leilão expedido pela justiça federal estabelece que no primeiro pregão as ofertas fossem por preço igual ou superior ao valor da avaliação de cada bem.

O segundo leilão presencial dos bens está marcado para as 14h do dia 16 de outubro no auditório do Fórum Federal, localizado no 10º andar da sede da Justiça Federal, no bairro da Saúde, Zona Portuária do Rio. O pregão eletrônico já está aberto para lances.