ouça
ao vivo

botão de play

Tocando agora

...

...

Home > Notícias > Lava Jato procura ex-presidente do Paraguai e doleiros em operação em três estados

19 de novembro de 2019

Lava Jato procura ex-presidente do Paraguai e doleiros em operação em três estados

RIO – O ex-presidente do Paraguai Horacio Cartes é o principal alvo de mandado de prisão preventiva no desdobramento da operação Lava Jato deflagrado hoje (19) pelo Ministério Público Federal (MPF) e pela Polícia Federal em três estados brasileiros.

Horacio Cartes (esq) e Dario Messer (dir) em viagem oficial do presidente paraguaio a Israel. Reprodução Facebook

RIO – O ex-presidente do Paraguai Horacio Cartes é o principal alvo de mandado de prisão preventiva no desdobramento da operação Lava Jato deflagrado hoje (19) pelo Ministério Público Federal (MPF) e pela Polícia Federal em três estados brasileiros.

Cartes, que esteve no comando do país vizinho entre agosto de 2013 a agosto do ano passado, é suspeito de ter ajudado na fuga de Dario Messer, conhecido como o “doleiro dos doleiros”, que foi preso em São Paulo em julho na operação “Câmbio, Desligo”, após 14 meses foragido.

Os dois são acusados de lavagem de dinheiro, organização criminosa pela força-tarefa da Lava-Jato entre outros crimes. O nome do ex-presidente do Paraguai  será incluído na difusão vermelha da Interpol, que é um alerta internacional para fins de extradição de pessoas procuradas pela justiça criminal.

Além de Horacio Cartes, foram expedidos mandados de prisão contra 19 pessoas e outros 18 mandados de busca e apreensão. Uma das pessoas presas durante a manhã de hoje foi a namorada do doleiro Dario Messer. A advogada Myra de Oliveira Athayde foi detida num apartamento em Ipanema, Zona Sul do Rio. A Lava Jato chegou a Messer após a investigação indicar encontro dele com a namorada no Paraguai.

Essa operação de hoje (19) acontece no Rio, em Búzios, em São Paulo e em Ponta Porã, no Mato Grosso do Sul, na fronteira com o Paraguai.

A ação foi batizada de Patrón, palavra espanhola que significa patrão, termo reverencial que Dario Messer se referia a Horacio Cartes.