ouça
ao vivo

botão de play

Tocando agora

...

...

Home > Notícias > Justiça suspende liminar que proibia corte de serviços essenciais

16 de abril de 2020

Justiça suspende liminar que proibia corte de serviços essenciais

BRASÍLIA – Para o desembargador Mairan Gonçalves Maia Junior, a liminar da Justiça Federal de São Paulo era um estímulo à inadimplência da forma como foi concedida.

Decisão atende recurso da Algar Telecom e vale para serviços de telefonia, de água, luz e gás. Foto: Agência Brasil

BRASÍLIA – O Tribunal Regional Federal da 3ª Região (TRF3) suspendeu os efeitos de uma liminar que proibia as concessionárias de serviços essenciais de interromper a prestação do serviço em caso de inadimplência, durante a pandemia do novo coronavírus.

Para o desembargador Mairan Gonçalves Maia Junior, a liminar da Justiça Federal de São Paulo era um estímulo à inadimplência da forma como foi concedida. A decisão do presidente do TRF3 atendeu a um pedido da Algar Telecom.