ouça
ao vivo

botão de play

Tocando agora

...

...

Home > Notícias > Justiça nega pedido de Lula para deixar prisão e ir a funeral de amigo em Brasília

25 de dezembro de 2018

Justiça nega pedido de Lula para deixar prisão e ir a funeral de amigo em Brasília

CURITIBA – A justiça federal do Paraná negou o pedido feito pela defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, nesta terça-feira (25), para que o petista deixe a prisão em Curitiba para ir ao funeral do advogado e ex-deputado federal Sigmaringa Seixas, que morreu aos 74 anos, no hospital Sírio-Libanês, em São Paulo.

O j

Arquivo Agência Brasil

CURITIBA – A justiça federal do Paraná negou o pedido feito pela defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, nesta terça-feira (25), para que o petista deixe a prisão em Curitiba para ir ao funeral do advogado e ex-deputado federal Sigmaringa Seixas, que morreu aos 74 anos, no hospital Sírio-Libanês, em São Paulo.

O juiz plantonista Vicente de Paula Ataíde Júnior negou a solicitação justificando que a proximidade alegada pela defesa do ex-presidente não é suficiente, por lei, para permitir a saída.

O presidente Michel Temer e o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Dias Toffoli, lamentaram a morte de Sigmaringa Seixas. De acordo com a assessoria de imprensa do Palácio do Planalto, Temer disponibilizou um avião da Força Aérea Brasileira (FAB) para transportar o corpo do advogado.

O velório e o enterro do corpo do advogado e ex-deputado federal serão realizados amanhã (26) em Brasília. Ele sofria de leucemia.

Segundo a Agência Brasil, Sigmaringa foi consultor da Anistia Internacional, membro da Comissão Brasileira de Justiça e Paz e vice-presidente do Comitê Brasileiro de Anistia na capital federal. Formado em Direito pela Universidade Federal Fluminense (UFF), foi advogado de presos políticos durante o regime militar. Nascido em Niterói (RJ), Seixas foi deputado federal por três vezes pelo Distrito Federal.