ouça
ao vivo

botão de play

Tocando agora

...

...

Home > Notícias > Justiça nega liberdade ao médium João de Deus

19 de dezembro de 2018

Justiça nega liberdade ao médium João de Deus

GOIÂNIA – O Tribunal de Justiça de Goiás rejeitou pedido de liberdade feito pela defesa do médium João de Deus, que está preso no Núcleo de Custódia, em Aparecida de Goiânia, sob acusação de abusos sexuais. Os advogados queriam que o tribunal suspendesse a prisão preventiva ou adotasse medidas cautelares, como prisão domiciliar e uso de tornozelei

Casa de Dom Inácio, local onde o médium João de Deus prestava atendimento espiritual. Arquivo/Agência Brasil

GOIÂNIA – O Tribunal de Justiça de Goiás rejeitou pedido de liberdade feito pela defesa do médium João de Deus, que está preso no Núcleo de Custódia, em Aparecida de Goiânia, sob acusação de abusos sexuais. Os advogados queriam que o tribunal suspendesse a prisão preventiva ou adotasse medidas cautelares, como prisão domiciliar e uso de tornozeleira eletrônica. O pedido foi negado pelo desembargador Jairo Ferreira Júnior.

E ontem (18), a Polícia Civil apreendeu uma mala com dinheiro e armas na casa de João de Deus em Abadiânia, em Góias. A casa Dom Inácio de Loyola, onde o médium fazia atendimentos espirituais, também foi alvo de buscas policiais e lá foram apreendidos recibos de cursos superiores e outros documentos.

Esses recibos seriam pagos pelo médium a algumas das vítimas de abusos sexuais. O principal objetivo da polícia no centro era verificar o local onde supostamente ocorreram os abusos.