ouça
ao vivo

botão de play

Tocando agora

...

...

Home > Notícias > Justiça do Rio mantém preso morador de rua acusado de matar dois homens a facadas na Lagoa

30 de julho de 2019

Justiça do Rio mantém preso morador de rua acusado de matar dois homens a facadas na Lagoa

RIO – A justiça do Rio decidiu manter preso o morador de rua acusado de ter matado a facadas dois homens e tentado matar uma mulher, no domingo (28), na Lagoa, na Zona Sul carioca. Plácido Correa de Moura teve a prisão em flagrante convertida em preventiva.

Morador de rua Plácido Moura ao lado do carro do motorista que ele atacou. Reprodução

RIO – A justiça do Rio decidiu manter preso o morador de rua acusado de ter matado a facadas dois homens e tentado matar uma mulher, no domingo (28), na Lagoa, na Zona Sul carioca. Plácido Correa de Moura teve a prisão em flagrante convertida em preventiva.

A decisão é da juíza da 38ª Vara Criminal da Capital. Na decisão, Monique Correa Brandão dos Santos Moreira afirma que os crimes cometidos por plácido são de extrema gravidade e preocupante à paz social da localidade.

Ontem (29), a PM do Rio abriu sindicância para apurar a ação dos policiais para conter o morador de rua no domingo (28).

Uma das vítimas tentou ajudar o casal que foi inicialmente atacado, quando os PMs já estavam no local, mas Plácido Correa de Moura ainda continuava com a faca na mão.

Os policiais atiraram, e isso resultou em três pessoas feridas, além do agressor. Em depoimento à Corregedoria da Polícia Militar, os agentes disseram que o uso de arma de eletrochoque para neutralizar o morador de rua não foi suficiente e, por isso, fizeram os disparos.

Plácido Moura foi atingido por dois tiros nas pernas e um de raspão na cabeça e segue internado no Hospital Miguel Couto com quadro clínico estável. Uma técnica de enfermagem dos bombeiros e dois policiais militares também foram baleados.