ouça
ao vivo

botão de play

Tocando agora

...

...

Home > Notícias > Justiça do Rio manda soltar o Doutor Bumbum, médico acusado da morte de bancária durante procedimento estético

30 de janeiro de 2019

Justiça do Rio manda soltar o Doutor Bumbum, médico acusado da morte de bancária durante procedimento estético

RIO – A Justiça do Rio mandou soltar o médico Denis Cesar Barros Furtado, conhecido como Doutor Bumbum. Ele foi preso em julho do ano passado acusado da morte da bancária Lilian Calixto após um procedimento estético.

Os desembargadores da 7º Vara Criminal do Rio aceitaram, por unanimidade, o pedido de habeas corpus feito pela defesa do m&eacute

Denis Cesar Barros Furtado, conhecido como Doutor Bumbum. Agência Brasil/ Fernando Frazão

RIO – A Justiça do Rio mandou soltar o médico Denis Cesar Barros Furtado, conhecido como Doutor Bumbum. Ele foi preso em julho do ano passado acusado da morte da bancária Lilian Calixto após um procedimento estético.

Os desembargadores da 7º Vara Criminal do Rio aceitaram, por unanimidade, o pedido de habeas corpus feito pela defesa do médico.

Após sair do Complexo Penitenciário de Gericinó, em Bangu, Denis Furtado terá que seguir algumas medidas cautelares como ficar em casa à noite.

Um laudo elaborado a pedido da defesa do médico foi apresentado à justiça, e, de acordo com o documento, Lilian Calixto foi vítima de um “enfarte miocárdico agudo”, sem relação com a aplicação da substância sintética PMMA, que é um derivado de acrílico. Um laudo do IML aponta que a morte da bancária foi provocada por embolia pulmonar.