ouça
ao vivo

botão de play

Tocando agora

...

...

Home > Notícias > Justiça do Rio determina que as escolas de samba escoltem carros alegóricos

22 de abril de 2022

Justiça do Rio determina que as escolas de samba escoltem carros alegóricos

RIO – O objetivo é evitar acidentes como o que aconteceu com a menina Raquel Antunes da Silva, de 11 anos, que perdeu uma das pernas.

Agência Brasil / Tomaz Silva

RIO – A justiça do Rio determinou a adoção de uma série de medidas para garantir a segurança de crianças e adolescentes nos desfiles das escolas de samba no Sambódromo carioca. A decisão foi tomada pelo juiz Sandro Pitthan Espíndola, da 1ª Vara da Infância, da Juventude e do Idoso, que acolheu o pedido do Ministério Público Estadual.

Com a determinação todas as escolas de samba do grupo de acesso, especial e mirins terão que fazer a escolta dos carros alegóricos até os barracões.

A medida foi tomada após uma menina de 11 anos ter a perna direita amputada depois de um acidente envolvendo um dos carros alegóricos da escola de samba Em Cima da Hora, na área de dispersão. Raquel Antunes da Silva está internada no Hospital Souza Aguiar, no Centro, em estado gravíssimo, respirando com auxílio de aparelhos.