ouça
ao vivo

botão de play

Tocando agora

...

...

Home > Notícias > Justiça do Rio condena três acusados da morte de mulher de 27 anos após aborto em 2014

10 de agosto de 2018

Justiça do Rio condena três acusados da morte de mulher de 27 anos após aborto em 2014

RIO – O júri popular condenou três das oito pessoas envolvidas na morte de Jandira Magdalena dos Santos, que fez um aborto em uma clínica clandestina na Zona Oeste do Rio, em agosto de 2014. Todos já estavam  presos preventivamente. A sentença foi publicada na madrugada de hoje (10).

A pessoa considerada líder da quadrilha, Rose

Jandira Magdalena dos Santos tinha 27 anos e estava grávida de 5 meses. Foto: Reprodução Facebook

RIO – O júri popular condenou três das oito pessoas envolvidas na morte de Jandira Magdalena dos Santos, que fez um aborto em uma clínica clandestina na Zona Oeste do Rio, em agosto de 2014. Todos já estavam  presos preventivamente. A sentença foi publicada na madrugada de hoje (10).

A pessoa considerada líder da quadrilha, Rosemere Aparecida Ferreira, foi a que recebeu a maior pena: 35 anos e seis meses de prisão, além do pagamento de multa, no valor de cinco salários-mínimos. O falso médico Carlos Augusto Graça foi condenado a 26 anos e 6 meses, e a motorista do grupo, Vanusa Vais Baldacine, recebeu pena de 15 anos e seis meses de reclusão.

Jandira Magdalena dos Santos tinha 27 anos, estava grávida de 5 meses e pagou cerca de R$ 4.500 para fazer o aborto.

Outros membros da quadrilha vão ser julgados no dia 20 de setembro.