ouça
ao vivo

botão de play

Tocando agora

...

...

Home > Notícias > Justiça do Rio condena motorista que atropelou 18 pessoas em Copacabana em janeiro do ano passado

29 de agosto de 2019

Justiça do Rio condena motorista que atropelou 18 pessoas em Copacabana em janeiro do ano passado

RIO – O Tribunal de Justiça do Rio condenou Antônio de Almeida Anaquim em 1º instância ao cumprimento de pena de 1 ano e meio de prisão e ao pagamento de multa por falsidade ideológica.

Foto do acidente que aconteceu no calçadão de Copacabana no dia 18 de janeiro do ano passado. Reprodução redes sociais

Editar

RIO – O Tribunal de Justiça do Rio condenou, em 1º instância, ao cumprimento de pena de 1 ano e meio de prisão o homem que atropelou 18 pessoas no Calçadão de Copacabana no dia 18 de janeiro do ano passado. Duas vítimas morreram e 16 ficaram feridas no acidente. Antônio de Almeida Anaquim também foi condenado ao pagamento de multa por falsidade ideológica.

De acordo com o entendimento do juiz Marcel Laguna Duque Estrada, da 36º Vara Criminal, Antônio Anaquim mentiu ao afirmar que não tomava medicamentos, fazia tratamentos ou sentia tonturas ao renovar a habilitação em 2015. Após o acidente, ele informou à polícia que foi diagnosticado com epilepsia aos 12 anos.

A pena de 1 ano e meio de prisão foi convertida em prestação de serviços à comunidade, mas, assim como a multa, pode ser revista caso o réu entre com um recurso.