ouça
ao vivo

botão de play

Tocando agora

...

...

Home > Notícias > Justiça da Itália nega recurso e condena Robinho por violência sexual

19 de janeiro de 2022

Justiça da Itália nega recurso e condena Robinho por violência sexual

ROMA – Jogador foi condenado em última instância a 9 anos de prisão.

Divulgação Santos/Ivan Storti

ROMA – A justiça italiana negou hoje (19) o último recurso apresentado por Robinho e condenou o jogador e o amigo, Ricardo Falco, a nove anos de prisão por violência sexual.

Mesmo com a condenação em última instância, os dois não poderão ser extraditados para a Itália, já que a Constituição de 1988 só permite a extradição de brasileiros natos em crimes de tráfico.

Segundo o advogado de Robinho, Fabrício Posocco, caso o jogador viaje para alguns países que têm acordo de extradição com a Itália, ele pode ser preso e deportado ao país para cumprimento da pena.

Como Brasil e Itália possuem o tratado de Cooperação Judiciária em Matéria Penal, a colaboração pode ser solicitada ao Brasil, o que pode viabilizar a punição do jogador em território nacional.