ouça
ao vivo

botão de play

Tocando agora

...

...

Home > Notícias > Justiça bloqueia bens de investigados por compra emergencial no Rio

29 de julho de 2020

Justiça bloqueia bens de investigados por compra emergencial no Rio

Agência Brfasil / Tomaz Silva

RIO – A justiça do Rio determinou o bloqueio de R$ 2,6 milhões em bens do ex-secretário estadual de Saúde Edmar Santos, do ex-subsecretário executivo Gabriell Neves, dos funcionários Derlan Maia e Gustavo Silva, e da empresa Total Med.

Todos são investigados por irregularidades nas compras emergenciais sem licitação de 820 mil testes rápidos para  detecção da Covid-19, em um montante de R$ 129,6 milhões.

Ao tomar a decisão, o juiz Bruno Bodart, da 6ª Vara de Fazenda Pública da Capital, acolheu pedido de liminar do Ministério Público Estadual.