ouça
ao vivo

botão de play

Tocando agora

...

...

Home > Notícias > Irmã Dulce será proclamada Santa

14 de maio de 2019

Irmã Dulce será proclamada Santa

Irmã Dulce será a primeira mulher nascida no Brasil a ser canonizada. Divulgação Obras Sociais Irmã Dulce

VATICANO (agências internacionais) – Irmã Dulce vai ser proclamada Santa. O site “Vatican News”, canal oficial de comunicação do Vaticano, informou que um segundo milagre atribuído à religiosa brasileira foi reconhecido por meio de decreto.

Três graças alcançadas por devotas após orações à Irmã Dulce estavam sendo analisadas pelo Vaticano. Para a beatificação, é necessária a comprovação de um milagre, que no caso ocorreu em outubro de 2010, e para a canonização, é preciso que a Santa Sé reconheça mais um milagre, com a exigência de que o segundo tenha ocorrido após a beatificação. Esse segundo milagre que foi reconhecido agora ainda não foi divulgado.

Irmã Dulce será a primeira mulher nascida no Brasil a ser canonizada. Ela nasceu em Salvador, em 26 de maio de 1914 e morreu em 22 de maio de 1992.

Conhecida como o “Anjo bom da Bahia”, a religiosa é lembrada até hoje por suas obras de caridade e de assistência aos pobres e necessitados.

São quatro as exigências para comprovar a veracidade do milagre: ser preternatural (a ciência não consegue explicar), instantâneo (acontecer logo após a oração), duradouro e perfeito.

No total, foram autorizados oito decretos sobre os milagres e virtudes heróicas de homens e mulheres. Destaque para o que reconhece as virtudes heróicas do Servo de Deus Salvador Pinzetta, Frade Menor Capuchinho nascido em Casca, no Rio Grande do Sul, em 1911, e falecido Flores da Cunha (RS) em 1972.