ouça
ao vivo

botão de play

Tocando agora

...

...

Home > Notícias > Guerra entre traficantes leva pânico a Costa Barros, na Z. Norte do Rio

4 de outubro de 2019

Guerra entre traficantes leva pânico a Costa Barros, na Z. Norte do Rio

Passageiros do Metrô do Rio aguardaram a reabertura da estação Engenheiro Rubens Paiva sentados no chão. Reprodução redes sociais

RIO – A polícia montou um cerco ao Complexo do Chapadão, na Zona Norte do Rio, onde traficantes de facções criminosas rivais travaram intensos tiroteio ontem (3) à tarde e também à noite, causando um verdadeiro caos na região. O conjunto de favelas fica entre os bairros de Costa Barros, Pavuna, Anchieta, Guadalupe e Ricardo de Albuquerque.

Segundo a PM, criminosos do Comando Vermelho, que domina o Chapadão, estariam tentando tomar o ponto de drogas do Complexo da Pedreira, que pertence ao Terceiro Comando Puro.

A guerra entre bandidos apavorou moradores e afetou o transporte público. Por conta do confronto, sete ônibus foram incendiados, a circulação dos trens foi alterada e o serviço do metrô teve que ser interrompido na noite passada. De acordo com as informações da manhã de hoje (4), o confronto entre traficantes rivais deixou pelo menos um morto e seis feridos.

Um soldado do Exército que passava de carro na Avenida Pastor Martin Luther King Junior foi baleado nas costas. O militar está internado no Hospital Getúlio Vargas, onde passa por exames.

O trânsito da Estrada de Botafogo com a Avenida Pastor Martin Luther King Júnior chegou a ser fechado por causa da guerra entre traficantes ontem (3) à noite.

Hoje (4) as escolas e creches não abriram no Complexo da Pedreira por causa do clima de tensão e insegurança que a região vive após a tentativa de invasão de traficantes rivais.  A Secretaria Municipal de Saúde informou que três centros de saúde também não estão funcionando e outros três postos estão atendendo com restrições.

Policiais do Bope fazem uma operação no entorno dos complexos do Chapadão e da Pedreira, desde a noite de ontem, e dois homens foram presos na manhã de hoje (3).