ouça
ao vivo

botão de play

Tocando agora

...

...

Home > Notícias > Grávidas vacinadas com AstraZeneca poderão receber 2ª dose da Pfizer na cidade do Rio

29 de junho de 2021

Grávidas vacinadas com AstraZeneca poderão receber 2ª dose da Pfizer na cidade do Rio

RIO – A decisão também vale para pessoas que tiveram efeitos adversos graves após tomar a vacina AstraZeneca/Oxford.

Divulgação Prefeitura do Rio / Marcos de Paula

RIO – As grávidas imunizadas contra a Covid-19 com a primeira dose da vacina da parceria AstraZeneca/Oxford poderão receber a 2ª dose com o imunizante da Pfizer/ BionTech na cidade do Rio de Janeiro, numa inédita combinação de vacinas. A autorização foi dada pela Secretaria Municipal de Saúde, a partir de dados do Comitê Científico da pasta. O Rio de Janeiro é a primeira capital brasileira a adotar a combinação de imunizantes.

Resultados preliminares de estudos internacionais, citados pelo Comitê, mostram que a mistura das doses traz resultados eficazes contra o coronavírus. O secretário de Saúde, Daniel Soranz, usou como exemplo países como Alemanha, Canadá, Inglaterra e Itália, que recomendam ou autorizam o uso da Pfizer como 2ª dose para quem se imunizou, na 1ª dose, com a AstraZeneca.

Vale ressaltar que gestantes e puérperas devem avaliar os riscos e benefícios com seus médicos, além de assinar o termo de esclarecimento de vacinação contra a Covid-19.

A decisão também vale para pessoas que tiveram efeitos adversos graves após tomar a vacina da AstraZeneca. Essas pessoas terão de apresentar um laudo médico que comprovem a contraindicação para a fórmula produzida pela Fiocruz.

A vacinação de grávidas com AstraZeneca foi suspensa no mês passado por orientação da Anvisa, devido a possíveis efeitos adversos do imunizante.