ouça
ao vivo

botão de play

Tocando agora

...

...

Home > Notícias > Governo brasileiro chama de volta embaixador na Nicarágua após morte de estudante pernambucana

25 de julho de 2018

Governo brasileiro chama de volta embaixador na Nicarágua após morte de estudante pernambucana

BRASÍLIA – O Ministério das Relações Exteriores tomou duas providências sobre a morte da estudante brasileira Raynéia Gabrielle Lima, de 30 anos, na noite de segunda-feira (23), na Nicarágua, após ser atingida por tiros disparados por um grupo de paramilitares. Ela era pernambucana e estudava medicina na Universidade Americana, na capital Manágua.

A estudante brasileira Raynéia Gabrielle Lima, de 30 anos. Reprodução redes sociais

BRASÍLIA – O Ministério das Relações Exteriores tomou duas providências sobre a morte da estudante brasileira Raynéia Gabrielle Lima, de 30 anos, na noite de segunda-feira (23), na Nicarágua, após ser atingida por tiros disparados por um grupo de paramilitares. Ela era pernambucana e estudava medicina na Universidade Americana, na capital Manágua.

O governo brasileiro convocou a embaixadora da Nicarágua no Brasil, Lorena Del Carmen Martinez, para prestar esclarecimentos sobre o assunto e chamou de volta a Brasília o embaixador brasileiro na Nicarágua, Luís Cláudio Villafañe Gomes Santos. No rito diplomático, chamar de volta um embaixador pode ser o primeiro passo para medidas mais duras, quando as relações entre dois países ficam abaladas.

A morte da estudante brasileira ocorreu em meio à crise social e política que a Nicarágua passa, com protestos violentos contra o presidente Daniel Ortega, que está o poder desde 2007. Mais de 300 pessoas já morreram nessas manifestações.