ouça
ao vivo

botão de play

Tocando agora

...

...

Home > Notícias > Futuro ministro de Bolsonaro propõe separar Previdência e Assistência Social em reforma para durar 30 anos

29 de outubro de 2018

Futuro ministro de Bolsonaro propõe separar Previdência e Assistência Social em reforma para durar 30 anos

BRASÍLIA – O deputado federal Onyx Lorenzoni, do DEM, cotado para ministro da Casa Civil do presidente eleito Jair Bolsonaro, disse que a proposta de reforma da Previdência discutida no governo Temer deve ser descartada. Em entrevista à Rádio CBN, Lorenzoni afirmou que a reforma deve ser feita de uma única vez, para que dure pelo menos 30 anos.

O dep

Onyx Lorenzoni cotado para ministro da Casa Civil. Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil

BRASÍLIA – O deputado federal Onyx Lorenzoni, do DEM, cotado para ministro da Casa Civil do presidente eleito Jair Bolsonaro, disse que a proposta de reforma da Previdência discutida no governo Temer deve ser descartada. Em entrevista à Rádio CBN, Lorenzoni afirmou que a reforma deve ser feita de uma única vez, para que dure pelo menos 30 anos.

O deputado também defendeu que as despesas com aposentadoria sejam separadas dos gastos do governo com Assistência Social. A ideia, segundo Onyx Lorenzoni, é separar Previdência de Assistência Social.

O deputado definiu a proposta de reforma previdenciária do governo Temer como ‘um remendo’.