ouça
ao vivo

botão de play

Tocando agora

...

...

Home > Notícias > Forças Armadas vão investigar ação de militares que fuzilaram um carro e mataram um músico no Rio. Envolvidos no caso estão presos

8 de abril de 2019

Forças Armadas vão investigar ação de militares que fuzilaram um carro e mataram um músico no Rio. Envolvidos no caso estão presos

RIO – Foram presos em flagrante os 10 militares do Exército envolvidos na morte do músico Evaldo Rosa dos Santos, de 51 anos, que teve o carro fuzilado ontem (7) à tarde em Guadalupe, na Zona Norte do Rio.

O Comando Militar do Leste informou que foi determinado o afastamento imediato dos militares envolvidos no caso por causa da “inconsistência dos fa

Cinco pessoas estavam no veículo que foi fuzilado por militares do Exército ontem (7) em Guadalupe. Reprodução Internet

RIO – Foram presos em flagrante os 10 militares do Exército envolvidos na morte do músico Evaldo Rosa dos Santos, de 51 anos, que teve o carro fuzilado ontem (7) à tarde em Guadalupe, na Zona Norte do Rio.

O Comando Militar do Leste informou que foi determinado o afastamento imediato dos militares envolvidos no caso por causa da “inconsistência dos fatos reportados”. Todos foram encaminhados à Delegacia de Polícia Judiciária Militar para prestar depoimentos.

Segundo o chefe do Departamento Geral de Homicídios e Proteção à Pessoa, delegado Antônio Ricardo Nunes, os militares serão julgados pela Justiça Militar. Uma lei sancionada em 2017 tirou da justiça comum crimes cometidos por militares em serviço.

Segundo a Polícia Civil, militares do Exército dispararam mais de 80 tiros contra o carro em que Evaldo estava com a família indo para um chá de bebê.

Das cinco pessoas que estavam no veículo, Evaldo Santos Rosa morreu no local, e o sogro dele ficou ferido. Ainda estavam no carro a mulher do músico, o filho de 7 anos e uma afilhada da vítima, que nada sofreram. Um pedestre que passava no local também ficou ferido ao tentar ajudar.