16 de maio de 2018

Ex-vereador e filho acusados de agressão em frente ao Instituto Lula são presos

Ex-vereador e filho acusados de agressão em frente ao Instituto Lula são presos

Reprodução

SÃO PAULO - O ex-vereador da cidade paulista de Diadema Manoel Eduardo Marinho, do PT, conhecido como Maninho, e o filho dele, Leandro, se entregaram hoje à polícia.

Os dois vão cumprir prisão preventiva por tentativa de homicídio pela agressão a um empresário em frente ao Instituto Lula, na Zona Sul da capital paulista, no dia 5 de abril último. Os dois decidiram se apresentar às autoridades depois que a justiça negou o pedido de habeas corpus.

O empresário Carlos Alberto Bettoni, de 56 anos, foi empurrado, bateu com a cabeça na carroceria de um caminhão que passava e desmaiou. Ele sofreu traumatismo craniano, precisou ser operado e ficou 22 dias internado.