09 de novembro de 2018

Ex-procurador-geral de Justiça do Rio é preso por suspeita de ter recebido propina de Cabral

Ex-procurador-geral de Justiça do Rio é preso por suspeita de ter recebido propina de Cabral

Sérgio Cabral e Cláudio Lopes. Reprodução redes sociais/Arquivo

RIO - O ex-procurador-geral de Justiça do Rio Cláudio Lopes foi preso, em casa, no Recreio, na Zona Oeste. Cláudio Lopes é alvo de uma investigação do Ministério Público do Rio de Janeiro, que indica que ele recebeu propina para proteger a organização chefiada pelo ex-governador Sérgio Cabral.

O ex-procurador-geral de Justiça do Rio já fez exame de corpo delito no IML e seguiu para o antigo Batalhão Especial Prisional da PM, em Niterói.

Em outubro, quando novos trechos da delação de Carlos Miranda, operador financeiro do ex-governador Sérgio Cabral, foram divulgados pelo Supremo Tribunal Federal (STF), Cláudio Lopes foi citado como uma das pessoas supostamente beneficiadas num esquema de corrupção envolvendo a cúpula política do MDB no estado e empresários liderados por Cabral.