ouça
ao vivo

botão de play

Tocando agora

...

...

Home > Notícias > Ex-chefe do Comando de Operações Especiais da PM do Rio é condenado a seis anos de prisão

19 de setembro de 2018

Ex-chefe do Comando de Operações Especiais da PM do Rio é condenado a seis anos de prisão

RIO – A justiça do Rio condenou o ex-comandante de Operações Especiais da Polícia Militar do Rio, Coronel Alexandre Fontenelle Ribeiro de Oliveira, a seis anos de prisão em regime fechado por comandar um esquema de lavagem de dinheiro proveniente de ações criminosas.

Segundo o Ministério Público do Rio, o crime ocorreu na

Imóvel, na Zona Norte do Rio, que o ex-oficial colocou em nome de parentes. Divulgação

RIO – A justiça do Rio condenou o ex-comandante de Operações Especiais da Polícia Militar do Rio, Coronel Alexandre Fontenelle Ribeiro de Oliveira, a seis anos de prisão em regime fechado por comandar um esquema de lavagem de dinheiro proveniente de ações criminosas.

Segundo o Ministério Público do Rio, o crime ocorreu na compra de dois imóveis: um no Grajaú, na Zona Norte, no valor de R$ 422 mil, e outro em Jacarepaguá, na Zona Oeste, no valor de R$ 200 mil.

A 1ª Vara Criminal de Bangu também condenou Fontenelle à perda de cargo na Polícia Militar, uma vez que foi considerado que o crime de lavagem de dinheiro é incompatível com a função pública.

O coronel Alexandre Fontenelle já tinha sido preso em 2014 durante uma operação que desarticulou uma quadrilha que cobrava propina para comerciantes, mototaxistas e cooperativas de van que atuavam na área do Batalhão de Bangu, na Zona Oeste do Rio.