ouça
ao vivo

botão de play

Tocando agora

...

...

Home > Notícias > Doria recua e manda rever protocolos da PM após mortes em Paraisópolis

5 de dezembro de 2019

Doria recua e manda rever protocolos da PM após mortes em Paraisópolis

RIO – A letalidade da Polícia Militar de São Paulo aumentou em 2019. A Ouvidoria das polícias informou que, de janeiro a outubro, foram registrados 697 casos de mortes.

Foto: Valter Campanato/Agência Brasil

RIO – A letalidade da Polícia Militar de São Paulo aumentou em 2019. A Ouvidoria das polícias informou que, de janeiro a outubro, foram registrados 697 casos de mortes provocadas por policiais, contra 686 e igual período de 2018.

Depois de afirmar que a política de Segurança Pública do estado não iria mudar após a morte de 9 pessoas durante uma intervenção da PM em Paraisópolis, na Zona Sul da capital, o governador João Doria disse que orientou o secretário de segurança, general João Camilo Pires de Campos, a rever os protocolos da Polícia Militar.

O governador também admitiu ter ficado chocado ao assistir um vídeo gravado em outubro em um baile funk em Paraisópolis em que um policial aparece agredindo jovens com um bastão de madeira.