ouça
ao vivo

botão de play

Tocando agora

...

...

Home > Notícias > Dia de finados no Rio é marcado por inauguração de monumento em homenagem a policiais mortos

2 de novembro de 2018

Dia de finados no Rio é marcado por inauguração de monumento em homenagem a policiais mortos

RIO – Milhões de pessoas devem passar pelos cemitérios do estado do Rio entre hoje (2) e domingo (4). Somente nos nove cemitérios administrados pela concessionária Reviver na capital fluminense, a estimativa é de 500 mil visitantes, sendo 350 mil apenas neste feriado de finados.

Todos os 21 cemitérios da cidade seguirão uma programação especial para marcar a data

Uma missa foi realizada em homenagem aos policiais mortos em serviço no Rio no Jardim da Saudade de Sulacap. Reprodução PMERJ

RIO – Milhões de pessoas devem passar pelos cemitérios do estado do Rio entre hoje (2) e domingo (4). Somente nos nove cemitérios administrados pela concessionária Reviver na capital fluminense, a estimativa é de 500 mil visitantes, sendo 350 mil apenas neste feriado de finados.

Todos os 21 cemitérios da cidade seguirão uma programação especial para marcar a data. Uma das solenidades mais tocantes aconteceu no Cemitério Jardim da Saudade, em Sulacap, onde foi inaugurado um monumento em homenagem aos policiais mortos vítimas da violência no estado.

A cerimônia de inauguração da estátua “Monumento em memória dos policiais” foi na manhã desta sexta-feira (2) e contou com a apresentação da Orquestra da Polícia Militar do Rio de Janeiro. A solenidade contou também com a presença do comandante da PM, coronel Luiz Claudio Laviano e representantes da Polícia Civil e da intervenção federal, além de parentes e amigos dos agentes que estão sepultados no local.

Um texto do filósofo libanês Gibran Khalil Gibran encerra os dizeres da placa do monumento em memória dos policiais mortos. O trecho é o seguinte: “"A morte deixa uma mágoa que ninguém pode curar; o amor deixa uma memória que ninguém pode roubar."

O cemitério Jardim da Saudade foi escolhido porque guarda muitos dos agentes de segurança mortos no estado. Mais de mil policiais militares estão enterrados no cemitério de Sulacap, segundo a administração.