ouça
ao vivo

botão de play

Tocando agora

...

...

Home > Notícias > Detran do Rio muda regras para a retirada de veículos apreendidos que estão com o IPVA atrasado

20 de abril de 2018

Detran do Rio muda regras para a retirada de veículos apreendidos que estão com o IPVA atrasado

RIO – O Detran do Rio de Janeiro mudou as regras para a retirada de veículos apreendidos que estão com o IPVA atrasado. A partir de agora para conseguir a liberação do automóvel apreendido sem o pagamento do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores, o proprietário vai precisar informar o pagamento das outras taxas, como a de emissão do CRLV e a de licenciamento, vinculando os pagamentos dos Dudas ao veí

Divulgação Detran/RJ

RIO – O Detran do Rio de Janeiro mudou as regras para a retirada de veículos apreendidos que estão com o IPVA atrasado. A partir de agora para conseguir a liberação do automóvel apreendido sem o pagamento do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores, o proprietário vai precisar informar o pagamento das outras taxas, como a de emissão do CRLV e a de licenciamento, vinculando os pagamentos dos Dudas ao veículo removido, correspondentes a cada ano de exercício em débito. Só após a informação da quitação do débito será possível solicitar a emissão do “Nada consta” para a retirada do veículo do depósito. Para realizar a informação de pagamento, o proprietário deverá entrar no site do Detran; em seguida clicar em “Veículo”; depois clicar em “Veículos apreendidos”; e, por fim,  em “Informação de pagamento”, item 3.

O procedimento é obrigatório para a retirada de veículos dos pátios do Detran e de todos os outros órgãos acauteladores. O cliente que optar por pagar o IPVA e todas as outras taxas para reaver o veículo apreendido, não precisará informar o pagamento no site do Detran.

No caso dos cinco primeiros anos para veículos 0KM, de até 05 passageiros, com categoria particular e que não possuam combustível diesel, é necessários pagamento do DUDA de código 034-5, no valor de R$ 55,72, correspondente à taxa de emissão do CRLV.

Os proprietários dos veículos que não estão dentro da descrição acima precisarão pagar os DUDAs correspondentes a cada ano de exercício, de código 051-5, no valor de R$ 195,02, relativo à taxa de CRLV e vistoria.

Já a quitação do DPVAT é obrigatória e deverá ser realizada no site da Seguradora Líder.

Leia mais:
Secretaria de Administração Penitenciária do Rio quer mandar presos da Lava Jato para Bangu 8