ouça
ao vivo

botão de play

Tocando agora

...

...

Home > Notícias > Desembargadora do Rio vira ré por ter caluniado vereadora Marielle Franco

8 de agosto de 2019

Desembargadora do Rio vira ré por ter caluniado vereadora Marielle Franco

RIO – O Superior Tribunal de Justiça (STJ) aceitou a queixa-crime apresentada pela família da vereadora Marielle Franco, assassinada em março do ano passado, contra a desembargadora Marília de Castro Neves Vieira, do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJ-RJ).

Desembargadora Marília de Castro Neves Vieira. Reprodução Facebook

RIO – O Superior Tribunal de Justiça (STJ) aceitou a queixa-crime apresentada pela família da vereadora Marielle Franco, assassinada em março do ano passado, contra a desembargadora Marília de Castro Neves Vieira, do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJ-RJ).

Com isso, a magistrada passou à condição de ré pelo crime de calúnia por ter atribuído à Marielle participação em uma organização criminosa.

Dias depois da morte da vereadora e do motorista Anderson Gomes, a desembargadora escreveu na página dela no Facebook que Marielle Franco estava engajada com bandidos e foi eleita pelo Comando Vermelho.

Essa não é a primeira vez que a desembargadora precisa responder à justiça sobre declarações desse tipo. Marília de Castro Neves Vieira também é ré por injúria contra o ex-deputado federal Jean Wyllys.