ouça
ao vivo

botão de play

Tocando agora

...

...

Home > Notícias > Desembargador de plantão volta a mandar soltar Lula e agora dá prazo de 1 hora

8 de julho de 2018

Desembargador de plantão volta a mandar soltar Lula e agora dá prazo de 1 hora

PORTO ALEGRE – Mais uma reviravolta do caso Lula na esfera judicial. O desembargador de plantão, Rogério Favreto, voltou a determinar a soltura do ex-presidente, em um terceiro despacho publicado neste domingo (8). O desembargador, agora,  deu prazo de uma hora para que o petista seja solto. O prazo termina às 17h12 deste domingo (8).

Favreto já tinha mandado soltar L

Foto: Agência Brasil - EBC

PORTO ALEGRE – Mais uma reviravolta do caso Lula na esfera judicial. O desembargador de plantão, Rogério Favreto, voltou a determinar a soltura do ex-presidente, em um terceiro despacho publicado neste domingo (8). O desembargador, agora,  deu prazo de uma hora para que o petista seja solto. O prazo termina às 17h12 deste domingo (8).

Favreto já tinha mandado soltar Lula mais cedo. Mas o relator do processo envolvendo o ex-presidente no TRF-4, João Pedro Gebran Neto, cancelou o habeas corpus logo depois.

Ao reiterar a ordem para soltar Lula, o desembargador de plantão sustenta que sua determinação não desafia decisões anteriores do colegiado do TRF-4 ou de qualquer outra instância superior. O desembargador plantonista argumentou, ainda, que não foi induzido a erro ao aceitar o recurso favorável a Lula e que deliberou sobre fatos novos relativos à execução da pena.