ouça
ao vivo

botão de play

Tocando agora

...

...

Home > Notícias > Depois da morte de presos durante transferência, governo do Pará convoca mais guardas penitenciários

31 de julho de 2019

Depois da morte de presos durante transferência, governo do Pará convoca mais guardas penitenciários

ALTAMIRA – Depois do massacre no presídio de Altamira, o governador do Pará anunciou a convocação de 642 agentes aprovados no último concurso da Superintendência do Sistema Penitenciário. A decisão de Helder Barbalho foi tomada depois da morte de quatro presos dentro de um ônibus, durante a transferência de Altamira para Belém.

Foto: Sejus/Divulgação

ALTAMIRA – Depois do massacre no presídio de Altamira, o governador do Pará anunciou a convocação de 642 agentes aprovados no último concurso da Superintendência do Sistema Penitenciário. A decisão de Helder Barbalho foi tomada depois da morte de quatro presos dentro de um ônibus, durante a transferência de Altamira para Belém.

Com os novos convocados, o Pará vai passar a contar com 1.127 novos agentes penitenciários para reforçar o efetivo nas unidades prisionais.

No Centro de Recuperação Regional de Altamira, onde morreram 57 presos na rebelião da última segunda-feira (29), 33 agentes penitenciários trabalhavam no presídio, que abrigava 343 detentos.

Helder Barbalho confirmou a chegada de 40 agentes da Força-Tarefa de Intervenção Penitenciária para atuar em atividades de guarda, vigilância e custódia de presos.