ouça
ao vivo

botão de play

Tocando agora

...

...

Home > Notícias > Defesa de Lula pede para desmarcar julgamento que pode anular sentença do caso Sítio de Atibaia

25 de outubro de 2019

Defesa de Lula pede para desmarcar julgamento que pode anular sentença do caso Sítio de Atibaia

BRASÍLIA – A defesa de Lula entrou com um pedido para que seja desmarcado o julgamento do recurso que pode anular a condenação do ex-presidente caso do Sítio de Atibaia, na próxima quarta-feira (30).

Agência Brasil / Valter Campanato

BRASÍLIA – A defesa de Lula entrou com um pedido para que seja desmarcado o julgamento do recurso que pode anular a condenação do ex-presidente caso do Sítio de Atibaia, na próxima quarta-feira (30). Nessa ação, Lula foi condenado a 12 anos e 11 meses de prisão em 1ª instância.

Segundo o pedido assinado por quatro advogados do petista, o relator na 2ª instância, desembargador João Pedro Gebran Neto, do Tribunal Regional Federal da quarta região (TRF-4), escolheu somente um dos capítulos do recurso solicitado pela defesa.

Os advogados sustentam que existem outros capítulos que possibilitam a nulidade total do processo. O pedido da defesa de lula deve ser analisado pela oitava turma do TRF-4 em data ainda não marcada.

O julgamento previsto para quarta-feira (30) vai analisar se a condenação do ex-presidente deve ou não ser anulada em virtude da decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) sobre a ordem da apresentação das alegações finais durante o processo.