ouça
ao vivo

botão de play

Tocando agora

...

...

Home > Notícias > Crânio de ‘Luzia’ é recuperado por equipe do Museu Nacional

19 de outubro de 2018

Crânio de ‘Luzia’ é recuperado por equipe do Museu Nacional

RIO – A equipe de pesquisa do Museu Nacional encontrou o crânio de Luzia, o fóssil de uma mulher que viveu há mais de 11 mil anos e que fazia parte do acervo. O anúncio foi feito hoje por uma das profissionais da equipe de escavação. Cláudia Rodrigues disse que o fóssil sofreu alterações por causa do incêndio que atingiu o museu e devastou a maior parte do acer

O crânio de Luzia é o mais antigo do país. Foto: Divulgação/Museu Nacional

RIO – A equipe de pesquisa do Museu Nacional encontrou o crânio de Luzia, o fóssil de uma mulher que viveu há mais de 11 mil anos e que fazia parte do acervo. O anúncio foi feito hoje por uma das profissionais da equipe de escavação. Cláudia Rodrigues disse que o fóssil sofreu alterações por causa do incêndio que atingiu o museu e devastou a maior parte do acervo de 20 milhões de itens, no dia 2 de setembro.

Desde o incêndio, funcionários do museu e a comunidade científica estavam mobilizados em busca de Luzia. Já se sabe que toda a coleção egípcia, um dos símbolos da instituição, também virou cinzas. As coleções de vertebrados, invertebrados e insetos foram preservadas.