ouça
ao vivo

botão de play

Tocando agora

...

...

Home > Notícias > CPI da Covid:  Nelson Teich diz que deixou o governo por divergir do uso da cloroquina e por falta de autonomia

5 de maio de 2021

CPI da Covid:  Nelson Teich diz que deixou o governo por divergir do uso da cloroquina e por falta de autonomia

RIO – Ex-ministro da Saúde foi o segundo a ser ouvido pela CPI, um dia depois do antecessor no cargo, Luiz Henrique Mandetta.

Marcello Casal Jr./Agência Brasil

BRASÍLIA – O ex-ministro da Saúde Nelson Teich disse, em depoimento à CPI da Covid no Senado, que deixou o cargo em maio do ano passado após perceber que não teria autonomia em sua gestão e pelas divergências sobre o uso de cloroquina em pacientes com o coronavírus.

Teich destacou que sua convicção era baseada em estudos, mas que existia entendimento diferente por parte do presidente da República, amparado até mesmo pela posição do Conselho Federal de Medicina, que naquele momento, segundo o ex-ministro, autorizou a extensão do uso da substância.

Nelson Teich também disse que não participou das discussões sobre o aumento da produção de cloroquina pelo Exército. O ex-ministro afirmou, ainda, que nunca recebeu informações sobre se estava havendo distribuição desse medicamento para a população indígena. teich enfatizou que, se aconteceu a distribuição, foi sem o conhecimento dele, e que  jamais permitiria isso.