ouça
ao vivo

botão de play

Tocando agora

...

...

Home > Notícias > ‘Cotas Sim’: Bia Ferreira dá voz a movimento para renovar leis de cotas raciais

6 de dezembro de 2021

‘Cotas Sim’: Bia Ferreira dá voz a movimento para renovar leis de cotas raciais

Foto: divulgação HAL Studio

RIO – ‘Cotas Sim’: uma campanha assinada pela Grey Brasil e  iniciativa da Universidade Zumbi dos Palmares pretende arrecadar 1 milhão assinaturas a favor da manutenção da iniciativa pública por pelo menos mais uma década para educação e concursos públicos. 

De acordo com os responsáveis pela campanha, as leis de cotas representam um passo significativo no combate ao racismo e à desigualdade na educação e na administração pública do Brasil. Em 2022, dez anos após serem implementadas, essas leis devem passar por uma revisão, que vai julgar se elas devem ou não continuar existindo.

Foi pensando nesse marco que o movimento AR e a Universidade Zumbi dos Palmares criaram a campanha ‘Cotas Sim’, uma iniciativa pela renovação das cotas raciais que conta com uma campanha de conscientização assinada pela Grey Brasil, marcada pela música ‘Cota Não é Esmola’, da cantora e compositora Bia Ferreira. A produção do vídeo é da Vetor Filmes, e o áudio foi produzido pela Satelite Audio.

A campanha ‘Cotas Sim’ evidencia a importância dessa política e seu impacto na vida de milhares de cidadãos brasileiros, que de outra forma, não teriam a mesma oportunidade de conseguir um diploma universitário. 

Na música ‘Cota Não é Esmola’, Bia Ferreira expõe de forma didática o abismo entre pessoas brancas e negras no Brasil, em defesa da movimentação social pelo fechamento dessa distância. 

‘O propósito da Grey é impactar positivamente a sociedade e há 4 anos somos parceiros da Universidade Zumbi dos Palmares na luta pela inclusão racial na educação e, consequentemente, no mercado de trabalho. A prorrogação da Lei de Cotas é um assunto urgente e de todos. A educação é fundamental para a transformação de uma nação mais igual e diversa. Precisamos agir. Cotas sim’, diz Luciana Rodrigues, CEO e presidente Grey Brasil.

Em sua busca pela transformação efetiva da sociedade e de fazer com que a publicidade tenha um impacto significativo na vida das pessoas, a Grey também oferece as vagas de estágio da agência exclusivamente a estudantes da Universidade Zumbi dos Palmares.