ouça
ao vivo

botão de play

Tocando agora

...

...

Home > Notícias > Comboio de caminhões com alimentos chega ao Grande Rio

29 de maio de 2018

Comboio de caminhões com alimentos chega ao Grande Rio

Aituação da Ceasa-RJ era de total desabastecimento na semana passada. Tomaz Silva / Agência Brasil

RIO – A Ceasa e a Cadeg começaram a receber mais produtos do que nos últimos dias. Uma negociação de duas horas entre caminhoneiros que ainda estão em greve e o Comando Conjunto da Intervenção liberou, na madrugada de hoje (29), cerca de 300 caminhões com alimentos perecíveis para o Grande Rio.

A operação de escolta na serra começou a partir da Rodovia Teresópolis-Friburgo, e seguiu até o entroncamento entre a Rodovia Washington Luís e a Avenida Brasil. De lá, os veículos seguiram destinos variados, entre eles a Ceasa, em Irajá, e a Cadeg, em Benfica.

De acordo com os comerciantes, os preços ainda estão altos, mas a perspectiva é que tudo comece a voltar ao normal amanhã. Até o dia 17 de junho, os caminhões não terão restrições para descarga de mercadorias na cidade do Rio, a fim de que mercados, hortifrutis, bares e restaurantes possam ser reabastecidos, e a situação volte à normalidade.

A prefeitura do Rio suspendeu pelos próximos 20 dias as restrições à entrada e circulação de veículos de carga na cidade. Um decreto do prefeito Marcelo Crivella com a liberação foi publicado no Diário Oficial do município desta terça-feira (29). A medida foi tomada por causa da greve nacional dos caminhoneiros, que já dura nove dias, e considera a urgência do reabastecimento e o risco de perecimento de bens e produtos de primeira necessidade.

E nos transportes, o Rio Ônibus informou que a tendência é que a operação das linhas municipais esteja normalizada ao longo desta terça-feira (29), conforme as carretas de combustível comecem a ser liberadas para as garagens das empresas. O BRT vai operar com 40% da frota até as 9h e, no momento, está com 40 estações fechadas e as linhas Penha e Galeão seguem sem circular.