ouça
ao vivo

botão de play

Tocando agora

...

...

Home > Notícias > Cidade do Rio começa a vacinar pessoas com deficiência e outros grupos prioritários contra a Covid

26 de abril de 2021

Cidade do Rio começa a vacinar pessoas com deficiência e outros grupos prioritários contra a Covid

RIO – Nesses grupos prioritários estão pessoas com comorbidades e deficiências e também profissionais de diversas áreas, como os de limpeza urbana.

Divulgação Prefeitura do Rio / Fabio Motta

RIO – A cidade do Rio vai ganhar hoje (26) cinco novos pontos de vacinação contra a Covid-19. O objetivo é facilitar o acesso das pessoas que fazem parte dos grupos prioritários que foram incluídos no calendário de imunização da capital fluminense. Esses novos postos de imunização serão voltados, principalmente, a pessoas com deficiências e ficam no Centro, em Realengo, em Irajá, na Praça Seca e em Santa Cruz. Confira abaixo o endereço de cada um deles:

– CMRPD de Irajá: Avenida Monsenhor Felix, 512, Irajá
– CMRPD do Mato Alto: Rua Candido Benício, 2.973, Praça Seca, Jacarepaguá
– CMRPD de Santa Cruz: Avenida Felipe Cardoso, s/nº, Santa Cruz
– CIAD ( (Centro Integrado de Atenção à pessoa com Deficiência): Avenida Presidente Vargas, 1.997, Centro
– Universidade Castelo Branco:  Avenida de Santa Cruz, 1.631, Realengo

O atendimento será de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h.

Nesses grupos prioritários que começam a ser vacinados nesta segunda-feira (26) na cidade do Rio estão pessoas com comorbidades, profissionais das áreas de saúde e educação, agentes de segurança, motoristas de ônibus e servidores de limpeza urbana. Todos serão vacinados com escalonamento por idade.

Você pode conferir os calendários oficiais de vacinação contra a Covid-19 na capital fluminense aqui no nosso site e nas redes sociais da rádio ou no site coronavirus.rio/vacina.

A prefeitura do Rio divulgou a imagem abaixo com a explicação sobre os grupos que serão vacinados a partir de hoje (26):

Imagem com fundo azul escuro e azul claro. Título: Grupos prioritários. Abaixo, o texto: Grupos prioritários: Pessoas com comorbidades (lista PNI), inclusive gestantes, pessoas com deficiência permanente, trabalhadores da saúde, educação, serviços de limpeza urbana, guardas municipais, motoristas e cobradores de ônibus e transporte escolar. Os profissionais devem estar na ativa e apresentar os três últimos contracheques comprovando vínculo com a profissão e local de trabalho, ou declaração assinada do estabelecimento em que atuam, que ficará retida na unidade de saúde. Exceção: trabalhadores da educação, que devem apresentar um contracheque ou declaração das instituições educacionais ou redes de ensino. Policiais civis, militares, bombeiros e agentes penitenciários serão vacinados em seus locais de trabalho. Pessoas com comorbidades devem apresentar as três últimas prescrições ou receitas ou atestado ou recomendação médica que comprove a comorbidade. Gestantes com comorbidades precisam assinar termo de compromisso, disponível para leitura em coronavirus.rio/vacina Deficiência permanente: deficiência física; auditiva; intelectual; psicossocial (mental); visual; múltipla (associação de duas ou mais deficiências); transtorno do espectro autista.
Devem apresentar laudo médico ou cartões de gratuidade no transporte público ou receituário ou outro documento que comprove a condição. Profissionais de saúde: Médicos, enfermeiros, nutricionistas, fisioterapeutas, terapeutas ocupacionais, biólogos, biomédicos, farmacêuticos, odontólogos, fonoaudiólogos, psicólogos, assistentes sociais, profissionais de educação física, médicos veterinários e seus respectivos técnicos e auxiliares. É necessário levar documento original com foto e comprovante dos conselhos de classe. Trabalhadores lotados em hospitais e unidade de urgência e emergência ou que trabalham diretamente na campanha de vacinação deverão receber a vacina na própria unidade. No canto inferior esquero, site coronavirus.rio/vacina e no canto inferior direito, logo SMS-Rio.