ouça
ao vivo

botão de play

Tocando agora

...

...

Home > Notícias > Chuva no Grande Rio deixa uma vítima e provoca a interdição da Grajaú-Jacarepaguá

30 de abril de 2022

Chuva no Grande Rio deixa uma vítima e provoca a interdição da Grajaú-Jacarepaguá

Foto: arquivo

Rio de Janeiro – Pelo menos uma pessoa morreu, em São Gonçalo, em razão da chuva que atinge a região metropolitana do Rio de Janeiro desde a noite desta sexta-feira (29). A vítima estava com outras quatro pessoas em um carro que caiu em um valão na Rua Antonio Couto, no distrito de Monjolos. Equipes do Corpo de Bombeiros resgataram os demais ocupantes do veículo.

 

Na capital, a ocorrência mais grave foi o deslizamento de terra que atingiu quatro casas na Travessa Antonina, na Praça Seca. Segundo a Defesa Civil, não há feridos, mas ainda existe a possibilidade de novos deslizamentos no local. A Autoestrada Grajaú-Jacarepaguá segue interditada devido aos protocolos da prefeitura para dias chuvosos. O MobiRio, que administra os corredores do BRT, informa que as linhas 40 (Madureira x Alvorada) e 17 (Campo Grande x Santa Cruz) estão sem circular devido à chuva, com as demais linhas operando normalmente.

 

Desde 23h45 desta sexta o município está em Estágio de Atenção, o terceiro de uma escala de cinco níveis. Em balanço atualizado às 13h40, o Centro de Operações da Prefeitura informa que já foram registradas 79 ocorrências relacionadas às chuvas, sendo 16 delas ainda em andamento. A Defesa Civil municipal acionou 38 sirenes em 24 comunidades e registrou 63 ocorrências entre 5h31 e 10h30 deste sábado (30).

 

Maiores acumulados de chuva (dados do Alerta Rio entre 18h do dia 29/04 até 12h do dia 30/04):

 

Em 15 min:

– Bangu: 20,6 mm (30/04 – 01h30)

– Jacarepaguá/Tanque: 16,2 mm (30/04 às 05h45)

– Grande Méier: 15,6 (30/04 às 00h45)

 

Em 1 hora:

– Jacarepaguá/Tanque: 52 mm (30/04 – 06h30)

– Bangu: 48,4 mm (30/04 – 02h00)

– Anchieta: 40,8 (30/04 – 08h30)

 

Total:

– Est. Grajaú/Jacarepaguá: 215,6 mm

– Campo Grande: 202,2 mm

– Madureira: 163,4 mm

 

Em caso de chuva a prefeitura recomenda:

 

  • Não se desloque pelas regiões mais afetadas pela chuva;
  • Evite áreas sujeitas a alagamentos e/ou deslizamentos;
  • Não force a passagem de veículos em áreas aparentemente alagadas;
  • Em casos de ventos fortes e/ou chuvas com descargas elétricas, evite ficar próximo a árvores ou em áreas descampadas;
  • Em pontos de alagamento, evite contato direto com postes ou equipamentos que possam estar energizados;
  • Evite o contato com a água de alagamentos. A água pode estar contaminada e oferecer riscos à saúde;
  • Verifique se há sinais de rachaduras em sua residência. Ao perceber trincas ou abalo na estrutura, acione a Defesa Civil pelo número 199 e evite ficar em casa;
  • Moradores de áreas de risco precisam ficar atentos aos alertas sonoros. O acionamento das sirenes indica perigo de deslizamento. As pessoas devem se deslocar para os pontos de apoio estabelecidos pela Defesa Civil Municipal. Os locais são informados pelo número 199 ou pelo aplicativo COR.Rio;
  • Fique atento às informações divulgadas pelos veículos de comunicação e nas redes sociais do COR;
  • Se necessário, use os telefones de emergência 193 (Corpo de Bombeiros) e 199 (Defesa Civil)