ouça
ao vivo

botão de play

Tocando agora

...

...

Home > Notícias > CFM leva ao governo critérios para uso da cloroquina

23 de abril de 2020

CFM leva ao governo critérios para uso da cloroquina

Foto: Divulgação

BRASÍLIA – O presidente do Conselho Federal de Medicina  entregou ao presidente Jair Bolsonaro um parecer em que afirma não haver evidências da eficácia do uso da hidroxicloroquina no tratamento da Covid-19. Ao mesmo tempo, Mauro Britto Ribeiro disse que os médicos estão autorizados a prescrever a substância para os pacientes em determinadas situações, frisando, no entanto,  que não se trata de uma recomendação.

Num texto de sete páginas, o Conselho Federal de Medicina conclui que a substância poderá ser usada  em três estágios da doença: em pacientes infectados  e com sintomas leves, mas sem outras viroses;  em doentes com sintomas mais significativos, porém ainda não internados e que não precisem de cuidados intensivos;  e por último, em pessoas com quadro grave da doença.

O ministro da Saúde, Nelson Teich, participou da reunião do presidente do Conselho Federal de Medicina com o presidente Jair Bolsonaro. Mais tarde, o ministro confirmou que o uso do remédio ficará a critério dos médicos, mas também ressaltou que não se trata de uma recomendação do governo.