ouça
ao vivo

botão de play

Tocando agora

...

...

Home > Notícias > Cedae recebe multa de R$ 5,7 milhões por falha na prestação de serviços no início do ano

16 de outubro de 2020

Cedae recebe multa de R$ 5,7 milhões por falha na prestação de serviços no início do ano

Divulgação Cedae

RIO – A Cedae foi multada em 5 milhões e 700 mil reais pela contaminação por geosmina na água, ocorrida no 1º trimestre deste ano.

Além do pagamento da multa, a Agência Reguladora de Energia e Saneamento Básico do Estado do Rio de Janeiro (Agenersa) determinou que a empresa terá que firmar um termo de ajustamento de conduta junto ao Instituto Estadual do Ambiente (Inea). O documento vai obrigar a Cedae a fazer, todos os dias, a mediação das toxinas da água na estação de tratamento do rio guandu.

Para a agência reguladora, a Cedae cometeu falha grave nos seus procedimentos operacionais, comprometendo a qualidade da água fornecida com cor, odor e altos índices de turbidez à população do Rio de Janeiro e colocou em risco a saúde dos usuários, ao alegar que a presença da substância geosmina não traria prejuízo à saúde dos usuários.

 

A penalidade aplicada pela Agenersa corresponde à multa máxima permitida por lei estadual a ser aplicada pela agência reguladora à Cedae e corresponde a 0,10%  do faturamento da companhia nos últimos 12 meses anteriores à prática da infração, sendo considerada a data média 15 de fevereiro de 2020 para efeito de aplicação da sanção.

A Cedae informou que vai recorrer da decisão.