ouça
ao vivo

botão de play

Tocando agora

...

...

Home > Notícias > Casos de gripe dobram em relação a 2017 e governo prorroga vacinação mais uma vez

14 de junho de 2018

Casos de gripe dobram em relação a 2017 e governo prorroga vacinação mais uma vez

RIO – A incidência de gripe no país dobrou este ano, em relação a igual período de 2017. Os casos da doença aumentaram de 1.227 para 2.715 e o número de mortes subiu de 204 para 446. Diante dessa realidade e da procura abaixo do esperado, o governo decidiu, mais uma vez, prorrogar a campanha nacional de vacinação, que terminaria amanhã, dia 15. O novo prazo vai at&ea

Arquivo Agência Brasil

RIO – A incidência de gripe no país dobrou este ano, em relação a igual período de 2017. Os casos da doença aumentaram de 1.227 para 2.715 e o número de mortes subiu de 204 para 446. Diante dessa realidade e da procura abaixo do esperado, o governo decidiu, mais uma vez, prorrogar a campanha nacional de vacinação, que terminaria amanhã, dia 15. O novo prazo vai até 22 de junho.

Deverão ser vacinados professores das redes pública e privada; profissionais de saúde; crianças de seis meses a cinco anos de idade; gestantes; mulheres com até 45 dias de pós-parto; idosos a partir de 60 anos; indígenas e doentes crônicos, além de detentos, menores infratores e funcionários do sistema penal.

RIO – A incidência de gripe no país dobrou este ano, em relação a igual período de 2017. Os casos da doença aumentaram de 1.227 para 2.715 e o número de mortes subiu de 204 para 446. Diante dessa realidade e da procura abaixo do esperado, o governo decidiu, mais uma vez, prorrogar a campanha nacional de vacinação, que terminaria amanhã, dia 15. O novo prazo vai até 22 de junho.

Deverão ser vacinados professores das redes pública e privada; profissionais de saúde; crianças de seis meses a cinco anos de idade; gestantes; mulheres com até 45 dias de pós-parto; idosos a partir de 60 anos; indígenas e doentes crônicos, além de detentos, menores infratores e funcionários do sistema penal.