ouça
ao vivo

botão de play

Tocando agora

...

...

Home > Notícias > Cármen Lúcia arquiva pedido de Janot e mantém Gilmar Mendes relator da Lava-Jato no Rio

11 de setembro de 2018

Cármen Lúcia arquiva pedido de Janot e mantém Gilmar Mendes relator da Lava-Jato no Rio

BRASÍLIA – A presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Cármen Lúcia, arquivou pedido para que o ministro Gilmar Mendes deixasse de ser o relator dos processos referentes à Operação Lava Jato no Rio.

O pedido tinha sido apresentado pelo ex-procurador-geral da República Rodrigo Janot no ano passado, após Gilmar Mendes mandar s

A presidente do Supremo Tribunal Federal, Cármen Lúcia. Arquivo Agência Brasil

BRASÍLIA – A presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Cármen Lúcia, arquivou pedido para que o ministro Gilmar Mendes deixasse de ser o relator dos processos referentes à Operação Lava Jato no Rio.

O pedido tinha sido apresentado pelo ex-procurador-geral da República Rodrigo Janot no ano passado, após Gilmar Mendes mandar soltar os empresários Eike Batista, Jacob Barata Filho e Lélis Teixeira.

Na ocasião, Rodrigo Janot argumentou que a mulher de Gilmar, Guiomar Mendes, trabalha no escritório de advocacia de Sérgio Bermudes, advogado de Eike Batista. Além disso, o então procurador acrescentou o ministro foi padrinho de casamento da filha de Jacob Barata Filho.

Diante do pedido de Janot, Gilmar Mendes negou relações íntimas com os suspeitos. O ministro afirmou que a lei impõe regras específicas de impedimento e que ele não se enquadrava nelas. Gilmar Mendes também disse que não se declarou suspeito pois se considerava "plenamente apto" para os julgamentos.