Brasileiro Marcelo Gleiser ganha mesmo prêmio já concedido a Madre Teresa de Calcutá

Físico e astrônomo brasileiro Marcelo Gleiser. Divulgação

RIO (agências internacionais) – O físico e astrônomo brasileiro Marcelo Gleiser, de 60 anos, foi anunciado como o vencedor do prêmio Templeton, honraria que já foi concedida a Madre Teresa de Calcutá e Dalai Lama.

O brasileiro é o primeiro latino-americano a ganhar o prêmio, criado na década de 70, e vai receber 1,1 milhão de libras esterlinas, o equivalente a R$ 5,5 milhões.

A cerimônia de premiação será no dia 29 de maio, em Nova York. 

O prêmio Templeton, que foi definido pelo vencedor como uma "espécie de nobel da espirituralidade", é entregue a profissionais que tenham feito "uma contribuição excepcional para afirmar a dimensão espiritual da vida, seja por insights, descoberta ou trabalhos práticos", segundo  a Fundação Templeton..

Marcelo Gleiser tem 35 anos de trabalho como físico e cosmólogo. Ele nasceu no Rio e é radicado nos Estados Unidos. Gleiser é professor de física e astronomia e ocupa a cátedra Appleton de Filosofia Natural no Dartmouth College, em Hanover, nos EUA.