ouça
ao vivo

botão de play

Tocando agora

...

...

Home > Notícias > Brasil ganha mais um ouro no Mundial de Piscina Curta na China

15 de dezembro de 2018

Brasil ganha mais um ouro no Mundial de Piscina Curta na China

RIO (agências internacionais) – O Brasil ganhou a medalha de ouro nos 50m borboleta no Mundial de Piscina Curta em Hangzhou, na China, no início da tarde deste sábado (15). O grande campeão é o brasileiro Nicholas Santos, que aos 38 anos se tornou o nadador mais velho da história a ser campeão mundial.

O atleta também ganhou hoje

Nicholas Santos, que aos 38 anos se tornou o nadador mais velho da história a ser campeão mundial. Divulgação CBDA

RIO (agências internacionais) – O Brasil ganhou a medalha de ouro nos 50m borboleta no Mundial de Piscina Curta em Hangzhou, na China, no início da tarde deste sábado (15). O grande campeão é o brasileiro Nicholas Santos, que aos 38 anos se tornou o nadador mais velho da história a ser campeão mundial.

O atleta também ganhou hoje (15) a medalha de bronze na competição, na prova de revezamento 4 x50m, junto com Felipe Lima, Guilherme Guido e Cesar Cielo. O nadador Brandonn Almeida também levou o bronze no mundial, nos 400m medley.

Com as três conquistas de hoje (15), o Brasil chega a cinco medalhas na competição: duas de ouro e três de bronze. A primeira medalha de ouro do país no Mundial veio com o revezamento masculino dos 4×200 livre, dos atletas Fernando Scheffer, Luiz Altamir, Leonardo Santos e Breno Correia.

Quem garantiu vaga para disputar outras medalhas para o país foram Daiene Dias e Etiene Medeiros. As duas estabeleceram os novos recordes sul-americanos dos 100m borboleta e dos 50m livre, e vão disputar as finais das duas categorias, amanhã (16).