ouça
ao vivo

botão de play

Tocando agora

...

...

Home > Notícias > Boeing desiste de acordo firmado com a Embraer em 2018

25 de abril de 2020

Boeing desiste de acordo firmado com a Embraer em 2018

RIO (agências internacionais) – O negócio daria à gigante americana o controle sobre a divisão de aviação comercial da Embraer.

Divulgação Embraer

RIO (agências internacionais) – A Boeing anunciou, neste sábado (25), a rescisão do acordo que daria à gigante americana o controle sobre a divisão de aviação comercial da Embraer.

O negócio foi firmado em 2018 e previa a criação de uma empresa conjunta que ficaria sob comando da Boeing, que  teria 80% de participação. A Embraer ficaria com os 20% restantes, e poderia vender a sua parte para a companhia americana.

No comunicado divulgado hoje (25), a Boeing informa que “exerceu o direito de rescindir” o acordo “após a Embraer não ter atendido as condições necessárias”.

Já a empresa brasileira afirma que a companhia americana “não cumpriu algumas obrigações contratuais previstas para terminar o negócio”.

Pelo acordo de parceria, a nova empresa seria composta pelo negócio de aviação comercial da Embraer e também para desenvolver novos mercados para o avião cargueiro KC-390, rebatizado de C-390 Millenium.

Segunda a Agência Brasil, a nota diz ainda que as duas empresas irão manter o contrato vigente relativo à comercialização e manutenção conjunta da aeronave militar C-390 Millenium assinado em 2012 e ampliado em 2016.