ouça
ao vivo

botão de play

Tocando agora

...

...

Home > Notícias > Bloco da Solidariedade, do banco de sangue do Inca, vai parar nas redes sociais em busca de doadores

22 de fevereiro de 2022

Bloco da Solidariedade, do banco de sangue do Inca, vai parar nas redes sociais em busca de doadores

RIO – Foi criada a hashtag #foliaédoarsanguenoinca para que os internautas possam se mobilizar e colaborar com a campanha.

Divulgação

RIO – O tradicional Bloco da Solidariedade, promovido pelo banco de sangue do Inca, não poderá desfilar no Centro do Rio, como ocorre anualmente, em busca de doadores, mas a campanha será mantida porque os estoques estão baixos e os pacientes continuam precisando de transfusões de sangue. 

A iniciativa contará com o apoio dos padrinhos Carlinhos de Jesus e Ana Botafogo, que participam da ação desde o primeiro ano do bloco.  Neste ano, a solidariedade vai parar nas redes sociais, que serão usadas por algumas personalidades para alertar a população sobre a importância da doação de sangue para manter o estoque do Inca regular durante o feriado de carnaval. Na internet, foi criada a hashtag #FoliaéDoarSanguenoINCA para que os internautas possam se mobilizar e colaborar.

Para fazer a doação, é necessário apresentar documento com foto, e os menores de 18 anos só podem doar com consentimento formal do responsável.  A coleta vai acontecer até sexta-feira (25), das 7h30 às 14h30. No sábado (26) será recebida apenas a doação de plaquetas, com horário agendado. Não haverá coleta de sangue na segunda-feira que vem, dia 28, e nem nos dias 1º e 2 de março.

Para manter o estoque de sangue no Inca confortável, são necessárias 70 bolsas de sangue por dia. No período pré-pandemia, a instituição recebia entre 50 a 60 doadores diariamente. Hoje, o número é de apenas 12 a 15 doadores diários. 

O serviço de hemoterapia do Inca funciona na Praça da Cruz Vermelha, número 23, no 2º andar, no Centro do Rio.