15 de março de 2019

Ataques a tiros na Nova Zelândia matam mais de 40 e têm transmissão ao vivo pela internet

Ataques a tiros na Nova Zelândia matam mais de 40 e têm transmissão ao vivo pela internet

Mesquita Masjid al Noor na cidade de Christchurch, Nova Zelândia, onde aconteceu um dos ataques. Reprodução redes sociais

CHRISTCHURCH / NOVA ZELÂNDIA (agências internacionais) -  Pelo menos 49 pessoas morreram e 48 ficaram feridas após ataques a tiros simultâneos contra duas mesquitas na cidade de Christchurch, na Ilha Sul da Nova Zelândia, nesta sexta-feira (15).

Quatro pessoas envolvidas nas ações foram detidas: três homens e uma mulher. Não está descartada a hipótese de que outros criminosos estejam envolvidos e foragidos. 

Parte do ataque foi transmitida ao vivo pelo Facebook. Com uma câmera instalada em um capacete, um dos criminosos conseguiu transmitir o massacre. O vídeo mostra que ele atirou indiscriminadamente contra homens mulheres e crianças enquanto caminhava. O Facebook eliminou as contas do atirador e trabalha para remover cópias do vídeo. Na internet, o homem se identificou como um australiano de 28 anos, defensor da extrema-direita e contrário à imigração.

As mortes ocorreram em dois lugares diferentes, uma mesquita na Avenida Deans e outra na Avenida Linwood, ambas na cidade de Christchurch. Uma das mesquitas estava lotada com mais de 300 pessoas, reunidas para as tradicionais orações do meio-dia (horário local) de sexta-feira.