ouça
ao vivo

botão de play

Tocando agora

...

...

Home > Notícias > Anvisa não recomenda mudar orientação sobre vacinação de adolescentes contra Covid-19

16 de setembro de 2021

Anvisa não recomenda mudar orientação sobre vacinação de adolescentes contra Covid-19

Breno Esaki/Agência Saúde

BRASÍLIA – A Agência Nacional de Vigilância Sanitária divulgou comunicado em que diz não ver razão para mudar as condições aprovadas por ela para a aplicação da vacina da Pfizer contra a Covid-19 em adolescentes sem comorbidades. O documento diz que, pelos dados disponíveis, não existem evidências que subsidiem ou demandem alterações da bula aprovada, destacadamente, quanto à indicação do uso da vacina em pessoas com idade entre 12 e 17 anos.

No comunicado, a Anvisa afirma, ainda, que investiga a morte, em São Paulo, de um adolescente após ser vacinado com a Pfizer. Mas ressalta que, até agora, não há uma relação de causa encontrada entre a morte do jovem e a aplicação da vacina.

A Sociedade Brasileira de Imunizações, o Conselho Nacional de Secretários de Saúde e o de Secretarias Municipais de Saúde defenderam a continuidade da vacinação de adolescentes sem comorbidades. Em nota, a SBI afirmou que a medida gera receio na população e abre espaço para ‘fake news’,  e também questionou as justificativas do governo para rever a orientação.

Ao recomendar a suspensão da vacinação de adolescentes de 12 a 17 anos sem comorbidades contra a Covid-19 no país, o Ministério da Saúde argumentou, em nota técnica, que a Organização Mundial da Saúde não recomenda a vacinação de adolescentes com ou sem comorbidades; que a maior parte dos jovens sem comorbidades apresenta evolução benigna da doença; e ainda que há uma melhora do cenáro epidemiológico com redução de cerca de 60% dos casos e mortes pelo coronavírus.

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, também disse que foram identificados 1.500 eventos adversos em adolescentes imunizados, todos de grau leve. 

Os estados do Rio e de São Paulo informaram que não vão aderir à recomendação de suspender a vacinação de adolescentes neste primeiro momento.